Top 5: Animações de Produção Disney

Animação do futuro com a magia do passado.

Este ano tem sido especialmente feliz para a Disney, que já estreou duas animações de sucesso no primeiro semestre de 2016. «Zootrópolis», a história de uma amizade improvável entre uma pequena coelha com ilusões de grandeza e um raposinho vigarista e charmoso, Judy Hopps (voz de Ginnifer Goodwin) e Nick Wilde (voz de Jason Bateman). A animação sobre a cidade utópica em que presas e predadores vivem em paz, onde uma coelhinha pode ser polícia e um leão pode ser presidente da câmara, fez sucesso por todo o mundo, ficando acima do resultado de box office «Frozen» (2013) no primeiro fim-de-semana de estreia, em Fevereiro. Em Junho, a Disney estreou uma das sequelas mais esperadas de sempre, – pelo menos para a voz da personagem principal, a apresentadora Ellen DeGeneres –, «À Procura de Dory». E se «Zootrópolis» correu bem, a história do peixe que sofre de amnésia ainda correu melhor, batendo recordes de receitas de bilheteira no seu fim-de-semana de estreia e tornando-se a melhor abertura de sempre para um filme de animação nos Estados Unidos.

Enquanto a Disney soma e segue, é tempo para reflectir e escolher o top 5 dos seus melhores filmes dos últimos anos…

 

Força, Ralph! (2012)

O filme que deixou as gerações dos anos 70 e 80 a suspirar por um bom joguinho de arcada numa sala escura e poeirenta num domingo solarengo, como antigamente. Ralph (voz de John C. Reilly) era um vilão de videojogos que sonha ser um herói. Para isso, quebra todas as regras e entra sorrateiramente noutro jogo, onde conhece a divertida Vanellope (Sarah Silverman), que sonha ser a condutora mais rápida do seu jogo.

 

Big Hero 6 – Os Novos Heróis! (2014)

Baymax era um adorável robô de plástico, criado para alertar o dono da necessidade de cuidados médicos, quando se tornou um herói numa equipa de cientistas injustiçados, à procura de vingança contra um empresário ganancioso. «Big Hero 6» é ainda uma tocante história sobre a amizade de dois irmãos, Hiro e Tadashi, e como Baymax se torna o melhor amigo de Hiro quando este perde Tadashi.

 

Entrelaçados (2010)

A Disney está para as princesas como Stallone está para os filmes do Rocky. As suas adaptações dos clássicos nunca desiludem e esta história da bela Rapunzel é prova disso. Divertida e irreverente, o filme da princesa com o cabelo mais comprido de sempre é um dos preferidos, de miúdos e graúdos, desta nova leva de animações dos anos 2000.

 

Divertida-Mente (2015)

Uma das histórias mais originais e criativas numa animação. Na mente de uma menina, Riley, vivem várias criaturas pequenas e coloridas, que controlam os seus pensamentos e atitudes: as cinco emoções – a Alegria, o Medo, a Raiva, a Repulsa e a Tristeza. Mas quando a Alegria e a Tristeza se perdem no cérebro de Riley, a sua vida fica virada do avesso. Duas emoções opostas unem esforços para percorrer as várias secções da mente da menina, regressar ao centro de controlo daquele quartel-general e restabelecer o equilíbrio no cérebro de Riley, precisamente quando a sua família se muda de uma pequena povoação para se instalar na confusa e enorme cidade de São Francisco.

 

Frozen: O Reino do Gelo (2013)

Como já tínhamos dito, é com as histórias de princesa que a Disney brilha mais. É com filmes como «Entrelaçados» e «Frozen» que nos lembramos que foi esta mega produtora que nos trouxe clássicos como «A Pequena Sereia», «A Bela e o Monstro», «Cinderela» e outros tantos filmes que deram mais magia ao imaginário das crianças.
«Frozen» é uma animação sobre o amor fraterno de duas princesas, Elsa e Anna. Após um terrível incidente, que torna o reino num mundo gelado, Elsa deixa o palácio, perturbada por ser a causadora de tal destino. Mas Anna embarca numa longa viagem para reencontrar a irmã e convencê-la que, juntas, conseguirão salvar o reino. Uma bela e inspiradora história, cuja banda sonora se tornou tão ou mais célebre e premiada que o filme.

Uma resposta
  1. Rogê 01/09/2017

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *